miércoles, 17 de marzo de 2010

PARAISO DO AMOR


Acaricio com meus lábios seu nu esplendor
vertendo em ti a totalidade de meus sentidos
cobrindo-te com a linguagem de meus beijos
fertilizando com sensações teu corpo radiante
reino carnal de ardentes vales encendiados

Viajo por teu ávido corpo deslizando-me
seduzido por o ardente espiral de teus caminos
rota a tua fonte borbulhante de líquidos desejos
apago minha sede com teu sabor que me leva a descubrir
o êxtase de viver na terra prometida

PARAISO DEL AMOR

Acaricio con mis labios tu desnudo esplendor
vertiendo en ti la totalidad de mis sentidos
cubriéndote con el lenguaje húmedo de mis besos
fertilizando con sensaciones tu cuerpo radiante
reino carnal de ardientes valles encendidos

Viajo por tu ávido cuerpo deslizándome
seducido por el ardiente espiral de tus senderos
ruta a tu fuente burbujeante de líquidos deseos
apago mi sed con tu sabor que me lleva a descubrir
el éxtasis de vivir en la tierra prometida

7 comentarios:

Maysa Sobral Rio de Janeiro dijo...

Um pantamar de poesias e erotismo em um corpo de mulher.
Muito boas as imagens radiantes com equilibrio.
Voltarei para contemplar seu trabalho .
Abraços Victor

Anónimo dijo...

Compreendo tais metáforas a uma linguagem expressiva e calorosa onde tuas palavras fertilizam o sentimento e o amor eterno como uma terra prometida!

M.P.N dijo...

Bom vir aqui e adimirar o cotidiano de um homem que sabe o que quer entre o corpo e o amor de uma mulher.
Parabéns amigo

Anónimo dijo...

Acolhedor este amor que passa fertilizando e reconhece que é uma terra prometida. Muito bem elaborado e criado.Bravo amigo

cristal de uma mulher dijo...

Veo un conjunto de palabras vivas que llega al lector como sentimientos calorosos de profundidad
que eleva a sede de ser feliz.

Léo Metallica dijo...

Há de convir que homem que fala de poesias românticas são poucos. Pelo menos com essa entonação forte.

Vim aqui recomendado pela Rachel Omena.

Sucesso aí.
Abraço.

Anónimo dijo...

Tuas poesia mexem com a sensibilidade e com o mecanisco pessoal. Muito bom Victor Manuel